INSTITUTO BIOSEGREDO

Minha foto
O Instituto busca ensinar o individuo a viver melhor, com alegria, motivação e com padrões mentais capazes e gerar mais segurança e confiança em si mesmo. Um lugar para encontros e reencontros de amigos e descobertas que despertarão o verdadeiro signicado da palavra VIDA.

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

PNL - FALE EM PUBLICO SEM MEDO - GETÚLIO GOMES- DIAS 22 e 23 / 29 e 30 de OUTUBRO - Sabado e Domingo das 10h às 18h - Aqui no Instituto Biosegredo.


 Você já imaginou como a vida poderia ser mais agradável se você pudesse se expressar em qualquer ambiente de maneira confiante, desembaraçada, sem medo? Já imaginou quantas oportunidades já perdeu porque ficou apavorado na hora da entrevista do emprego ou quando precisou apresentar aquele relatório para os dirigentes da empresa?

É possível falar com segurança e sem receio de que as pessoas possam censurá-lo ou criticá-lo, utilizando de técnicas avançadas de neurolinguística, práticas e situações alegres que acontecem durante esse curso.
Falar em público é uma inteligência emocional.


 GETÚLIO GOMES - PNL

Informações: 2528-2800

VOCÊ É ENERGIA - MOVIMENTE SEU CORPO

Importância da atividade física
 
"A prática regular de atividade física sempre esteve ligada à imagem de pessoas saudáveis. Antigamente, existiam duas idéias que tentavam explicar a associação entre o exercício e a saúde: a primeira defendia que alguns indivíduos apresentavam uma predisposição genética á prática de exercício físico, já que possuíam boa saúde, vigor físico e disposição mental; a outra proposta dizia que a atividade física, na verdade, representava um estímulo ambiental responsável pela ausência de doenças, saúde mental e boa aptidão física. Hoje em dia sabe-se que os dois conceitos são importantes e se relacionam." 


Mas o que é atividade física? De acordo com Marcello Montti, atividade física é definida como um conjunto de ações que um indivíduo ou grupo de pessoas pratica envolvendo gasto de energia e alterações do organismo, por meio de exercícios que envolvam movimentos corporais, com aplicação de uma ou mais aptidões físicas, além de atividades mental e social, de modo que terá como resultados os benefícios à saúde.
No Brasil, o sedentarismo é um problema que vem assumindo grande importância. As pesquisas mostram que a população atual gasta bem menos calorias por dia, do que gastava há 100 anos, o que explica porque o sedentarismo afetaria aproximadamente 70% da população brasileira, mais do que a obesidade, a hipertensão, o tabagismo, o diabetes e o colesterol alto. O estilo de vida atual pode ser responsabilizado por 54% do risco de morte por infarto e por 50% do risco de morte por derrame cerebral, as principais causas de morte em nosso país. Assim, vemos como a atividade física é assunto de saúde pública.
Na grande maioria dos países em desenvolvimento, grupo do qual faz parte o Brasil, mais de 60% dos adultos que vivem em áreas urbanas não praticam um nível adequado de exercício físico. Esse problema fica mais claro quando levamos em conta os dados do censo de 2000, que mostram que 80% da população brasileira vive nas cidades.
Os indivíduos mais sujeitos ao sedentarismo são: mulheres, idosos, pessoas de nível sócio-econômico mais baixo e os indivíduos incapacitados. Observou-se que as pessoas reduzem, gradativamente, o nível de atividade física, a partir da adolescência.
Em todo o mundo observa-se um aumento da obesidade, o que se relaciona pelo menos em parte à falta da prática de atividades físicas. É o famoso estilo de vida moderno, no qual a maior parte do tempo livre é passado assistindo televisão, usando computadores, jogando videogames, etc.
A prática regular de exercícios físicos acompanha-se de benefícios que se manifestam sob todos os aspectos do organismo. Do ponto de vista músculo-esquelético, auxilia na melhora da força e do tônus muscular e da flexibilidade, fortalecimento dos ossos e das articulações. No caso de crianças, pode ajudar no desenvolvimento das habilidades psicomotoras.
Com relação à saúde física, observamos perda de peso e da porcentagem de gordura corporal, redução da pressão arterial em repouso, melhora do diabetes, diminuição do colesterol total e aumento do HDL-colesterol (o "colesterol bom"). Todos esses benefícios auxiliam na prevenção e no controle de doenças, sendo importantes para a redução da mortalidade associada a elas. Veja, a pessoa que deixa de ser sedentária e passa a ser um pouco mais ativa diminui o risco de morte por doenças do coração em 40%! Isso mostra que uma pequena mudança nos hábitos de vida é capaz de provocar uma grande melhora na saúde e na qualidade de vida.
Já no campo da saúde mental, a prática de exercícios ajuda na regulação das substâncias relacionadas ao sistema nervoso, melhora o fluxo de sangue para o cérebro, ajuda na capacidade de lidar com problemas e com o estresse. Além disso, auxilia também na manutenção da abstinência de drogas e na recuperação da auto-estima. Há redução da ansiedade e do estresse, ajudando no tratamento da depressão.
A atividade física pode também exercer efeitos no convívio social do indivíduo, tanto no ambiente de trabalho quanto no familiar.
Interessante notar que quanto maior o gasto de energia, em atividades físicas habituais, maiores serão os benefícios para a saúde. Porém, as maiores diferenças na incidência de doenças ocorrem entre os indivíduos sedentários e os pouco ativos. Entre os últimos e aqueles que se exercitam mais, a diferença não é tão grande. Assim, não é necessária a prática intensa de atividade física para que se garanta seus benefícios para a saúde. O mínimo de atividade física necessária para que se alcance esse objetivo é de mais ou menos 200Kcal/dia. Dessa forma, atividades que consomem mais energia podem ser realizadas por menos tempo e com menor freqüência, enquanto aquelas com menor gasto devem ser realizadas por mais tempo e/ou mais freqüentes.
A escolha é feita individualmente, levando-se em conta os seguintes fatores:
Preferência pessoal: o benefício da atividade só é conseguido com a prática regular da mesma, e a continuidade depende do prazer que a pessoa sente em realizá-la. Assim, não adianta indicar uma atividade que a pessoa não se sinta bem praticando.
Aptidão necessária: algumas atividades dependem de habilidades específicas. Para conseguir realizar atividades mais exigentes, a pessoa deve seguir um programa de condicionamento gradual, começando de atividades mais leves.
Risco associado à atividade: alguns tipos de exercícios podem associar-se a alguns tipos de lesão, em determinados indivíduos que já são predispostos.
Nesses grupos, além de ser importante na aquisição de habilidades psicomotoras, a atividade física é importante para o desenvolvimento intelectual, favorecendo um melhor desempenho escolar e também melhor convívio social. A prática regular de exercícios pode funcionar como uma via de escape para a energia "extra normal" das crianças, ou seja, sua hiperatividade.
A falta de aptidão física e a capacidade funcional pobre são umas das principais causas de baixa qualidade de vida, nos idosos. Com o avanço da idade, há uma redução da capacidade cardiovascular, da massa muscular, da força e flexibilidade musculares, sendo que esses efeitos são exacerbados pela falta de exercício.
Está mais do que comprovado que os idosos obtém benefícios da prática de atividade física regular tanto quanto os jovens. Ela promove mudanças corporais, melhora a auto-estima, a autoconfiança e a afetividade, aumentando a socialização.
Antes do início da prática de exercícios, o idoso deve passar por uma avaliação médica cuidadosa e realização de exames. Isso permitirá ao médico indicar a melhor atividade, que pode incluir: caminhada, exercício em bicicleta ergométrica, natação, hidroginástica e musculação.
Algumas recomendações são importantes, e valem também para as outras faixas etárias:
• Uso de roupas e calçados adequados.
• Ingestão de grandes quantidades de líquidos, antes do exercício.
• Praticar atividades apenas quando estiver se sentindo bem.
• Iniciar as atividades lenta e gradualmente.
• Evitar o cigarro e medicamentos para dormir.
• Alimentar-se até duas horas antes do exercício.
• Respeitar seus limites pessoais.
• Informar qualquer sintoma.
É necessário a todas as gestantes um trabalho corporal a cada trimestre da gestação, para facilitar a adequação às alterações que ocorrem nesse período. Uma melhor capacidade cardiorrespiratória facilita a realização das atividades domésticas; uma melhoria das condições musculares e esqueléticas ajuda na adaptação às mudanças posturais e no trabalho de parto. Além disso, é de extrema importância a auto-estima, a convivência com outras gestantes e os sentimentos de segurança e de felicidade.
Os exercícios de ginástica garantem fortalecimento muscular, protegendo assim as articulações e reduzindo o risco de lesões. Ajudam também na oxigenação, na circulação e no controle da respiração. Já os exercícios desenvolvidos na água favorecem o relaxamento corporal, reduzem as dores nas pernas e o inchaço dos pés e mãos.
Antes do início dos exercícios, a gestante deve passar por consulta de pré-natal para ser avaliada pelo obstetra. Após a realização dos exames ele poderá liberar ou não a prática de exercícios. As mulheres que já praticavam atividade física e que nunca sofreram aborto espontâneo, podem continuar as atividades após adaptação para seu novo estado. Já aquelas sedentárias devem iniciar os exercícios após a décima segunda semana de gestação. Não havendo problemas, os exercícios podem ser continuados até o parto, embora seja necessário reduzir a intensidade aos poucos. Após o parto normal, as atividades podem ser retomadas após 40 dias. No caso de cesárea, o médico avalia cada caso.
As atividades físicas mais recomendadas às mulheres grávidas são:
Caminhada: é muito bom para a preparação para o parto, já que melhora a capacidade cardiorrespiratória e favorece o encaixe do bebê na bacia da mãe. O ideal é caminhar 3 vezes por semana, cerca de 30 minutos.
Natação: trabalha bastante a musculatura. Atenção: apenas algumas modalidades são liberadas durante a gestação.
Hidroginástica: são os mais indicados para as gestantes!
Alongamento: ajuda a manter a musculatura relaxada e o controle da respiração.
Para finalizar devemos ressaltar que a prática de atividade física deve ser sempre indicada e acompanhada por profissional qualificado, incluindo médicos, fisioterapeutas e profissionais de educação física. Caso sinta algo diferente é mandatório informar ao responsável. Outro ponto importante, que não deve ser esquecido, é a adoção de uma alimentação saudável, rica em frutas, legumes, verduras e fibras. Prefira o consumo de carnes grelhadas ou preparadas com pouca gordura. Evite o consumo excessivo de doces, comidas congeladas e os famosos lanches de "fast-foods". E lembre-se: beba muito líquido (de preferência água e sucos naturais).
A atividade física consiste em exercícios bem planejados e bem estruturados, realizados repetitivamente. Eles conferem benefícios aos praticantes e têm seus riscos minimizados através de orientação e controle adequados. Esses exercícios regulares aumentam a longevidade, melhoram o nível de energia, a disposição e a saúde de um modo geral. Afetam de maneira positiva o desempenho intelectual, o raciocínio, a velocidade de reação, o convívio social. O que isso quer dizer? Há uma melhora significativa da sua qualidade de vida!
O que precisamos ressaltar é o investimento contínuo no futuro, a partir do qual as pessoas devem buscar formas de se tornarem mais ativas no seu dia-a-dia, como subir escadas, sair para dançar, praticar atividades como jardinagem, lavagem do carro, passeios no parque. A palavra de ordem é MOVIMENTO.

Copyright © 2005 Bibliomed, Inc.            28 de Julho de 2005.

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

VOCÊ JÁ AMOU TANTO ASSIM!

Há muito tempo atrás, um casal de velhinhos que não tinham filhos,moravam em uma casinha humilde de madeira, tinham uma vida muito tranquila, alegre, e ambos se amavam muito. Eram felizes.
Até que um dia...Aconteceu um acidente com a senhora. Ela estava trabalhando em sua casa quando começa a pegar fogo na cozinha e as chamas atingem todo o seu corpo. O esposo acorda assustado com os gritos e vai a sua procura, quando a vista coberta pelas chamas e imediatamente tenta ajudá-la. O fogo também atinge seus braços e, mesmo em chamas, consegue apagar o fogo.
Quando chegaram os bombeiros já não havia muito da casa, apenas uma parte, toda destruída.
Levaram rapidamente o casal para o hospital mais próximo, onde foram internados em estado grave. Após algum tempo aquele senhor menos atingido pelo fogo saiu da UTI e foi ao encontro de sua amada. Ainda em seu leito a senhora toda queimada, pensava em não viver mais, pois estava toda deformada, queimara todo o seu rosto.
Chegando ao quarto de sua senhora, ela foi falando:- Tudo bem com você meu amor?- Sim, respondeu ele, pena que o fogo atingiu os meus olhos e não posso mais enxergar, mas fique tranqüila amor que sua beleza está gravada em meu coração para sempre. Então triste pelo esposo, a senhora disse-lhe:
Deus vendo tudo o que aconteceu a meu marido, tirou-lhe as vistas para que não presencia esta deformação em mim. As chamas queimaram todo o meu rosto e estou parecendo um monstro.
Passado algum tempo e recuperados, voltaram para uma nova casa, onde ela fazia tudo para o seu querido esposo, e ele todos os dias dizia-lhe: COMO EU TE AMO!
E assim viveram 20 anos até que a senhora veio a falecer.
No dia de seu enterro, quando todos se despediam, então veio aquele senhor sem seus óculos escuros e com sua bengala nas mãos, chegou perto do caixão, beijando o rosto e acariciando sua amada, disse em um tom apaixonante: "Como você é linda meu amor, eu te amo muito".
Ouvindo e vendo aquela cena um amigo que esta ao lado perguntou se o que tinha acontecido era milagre e, olhando nos olhos dele, o velhinho apenas falou: Nunca estive cego, apenas fingia, pois quando a vi toda queimada sabia que seria duro para ela continuar vivendo daquela maneira. Foram vinte anos vivendo muito felizes e apaixonados!!!
Na vida temos de provar que amamos!Muitas vezes de uma forma difícil e, para sermos felizes, temos de fechar os olhos para muitas coisas, mas o importante é que se faça única e intensamente com AMOR!

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Formação em Terapia Floral com Florais de Bach

FORMAÇÃO EM TERAPIA FLORAL COM FLORAIS DE BACH - 01 e 02/10
SÁBADO E DOMINGO - DAS 09:00 às 17:00 HS
Investimento - R$ 280,00

ALICIA GOIRIZ



CURSO HIPNOSE e AUTO-HIPNOSE * 8 encontros semanais - Início 06/10 - Quinta-feira das 20:00 às 22:00. No Instituo Biosegredo.

Aprenda a utilizar toda sua capacidade mental para melhorar sua vida profissional e pessoal, fazendo profundas mudanças.
Algumas coisas que você vai aprender:
  • O que a hipnose pode fazer por você;
  • Como hipnotizar qualquer pessoa em 30 segundos;
  • Como e por que a hipnose funciona;
  • O poder da hipnose nas mudanças de comportamento e no bem estar geral;
  • Definição da hipnose ao longo do tempo, e sua utilização;
  • O que é e não é a hipnose;
  • Diferentes abordagens hipnóticas;
  • Testes de sensibilidade;
  • Técnicas avançadas de indução hipnótica rápida;
  • Padrões avançados de sugestões hipnóticas.
É um curso para aprender a hipnotizar e poder usar esta ferramenta tanto para seu trabalho profissional  como para uso pessoal de mudanças comportamentais e melhorar de vida.

Domine esta ferramenta e conseguirá a realização dos seus sonhos.

PALESTRA - Tema: Eu quero- eu posso - eu consigo.


All Love - Patrick Zeigler - 03 e 04/09 - Sábado e Domingo - 09 as 17:30 hs - Aqui no Instituto Biosegredo.

TODO O AMOR DO CORAÇÃO DE ENERGIA DE CURA 
Todo o Amor é o caminho da cura com o coração. Todo o Amor e O Caminho da cura com o Coração. Muitos dos rituais Muitos dos rituais e técnicas que foram usadas no passado e que causou Técnicas Que foram Usadas sem Passado, Que causou separação não são mais relevantes agora. Separação nao São Mais relevantes ágora. Através All-Amor o fluxo iniciações rituais sem qualquer set, atraves All-Amor o Fluxo iniciações rituais SEM set QUALQUÉR, tudo o que precisamos é amor. Tudo o Que Amor precisamos é. Onde há amor, todo amor é possível, sem amor, sentimos que nossos Onde HÁ Amor, todo Amor e Possível, SEM amor, sentimos Que NOSSOS separação da Fonte. Separação da Fonte. Nosso coração espiritual é o cerne do nosso ser e onde o Nosso Coração Espiritual e fazer o Cerne Nosso serviços e Onde o alma se conecta aos nossos corpos físicos e emocionais. alma si Conecta EAo NOSSOS Corpos físicos e emocionais. Todo o Amor é a experiência do Um Coração Todo o Amor e uma Experiência do Coração que nos conecta com o 'All' da criação. 'All' Que nn Conecta com o da Criação. É através do Divino Quickening de todo o amor-que e atraves do Divino Quickening DE TODO O Amor-que vir a Amor todos os aspectos de quem somos e vir vir um Amor de Todos os Aspectos de Quem Somos e vir em um estado de re-união, não apenas com nós mesmos, EM UM Estado de re-União, nao apenas com nós A Mesmos, mas também com toda a criação. Mas com also Toda uma Criação. Nossa comunidade Love-Todos cria um espaço para a Cura, Learning, Nossa comunidade Love-Todos CRIA UM Espaço par uma Cura, Aprendizagem, Partilha e abertura do coração, que nos permite Partilha e abertura do Coração, Que permite nn experienc todos quem somos eo que estamos experienc Todos Quem Somos EO Que Somos capaz de se tornar. Capaz de tornar si. Nossa visão é reunir todas as formas de funciona a luz para trabalhar Nossa Visão reunir TODAS E como Formas de Funciona uma Luz para trabalhar juntos em unidade para Despertar para o Céu na Terra. Juntos los Unidade parágrafo parágrafo Despertar o Céu na Terra. Cada um de nós tem um dom divino que trazemos a este planeta. CADA UM TEM UM de Nós dom divino Que trazemos um planeta este. É através de nossa comunidade que estes dons podem ser compartilhados e atraves de Nossa comunidade Opaco Estes dons podem serviços Compartilhados com o mundo. com o Mundo. Agora é possível ter instantâneas Agora e Possível ter instantâneas comunicação com o mundo. Comunicação com o Mundo. Nossa única voz pode se fundir com outros de mente e coração, como Nossa Única Voz PoDE si fundir com Outros de mente e Coração Como para vir e jogar curar e transformar o mundo, parágrafo vir e Jogar CURAR e Transformar o Mundo, o universo ea nós mesmos. O Universo EA NÓS Mesmos. 

All-Amor Amor-Todos Patrick Zeigler 
Patrick Zeigler

RADIESTESIA E RADIÔNICA BÁSICA- 05/11 e 26/11- Sábado das 10:00 às 17 hs

PROFº JUAN RIBAUT - CUROS DE RADIESTESIA E RADIÔNICA BÁSICA
05/11 e 26/11- Sábado das 10:00 às 17 hs

     
* Dar um baseamento científico mais profundo;
* Trabalhar com sistemas de medição;
* Aprender a testar um local, uma casa, um terreno, etc.;
* Aprender um sistema de auto-conhecimento absolutamente inédito;
* Criar uma mente Radiônica; * Radiônica e aparelhos;
* Trabalhando com o Psicogerador (aparelho de regulagem de forma).

Obs.: Necessário a compra do Psico-Gerador (consultar o valor na ocasião do curso)

Local: Instituto Biosegredo
End: Rua Ambrosina de Macedo, 96 - Vila Mariana
Investimento: R$ 170,00


Inscrições pelo telefone: 2528-2800 das 13:00 às 22:00.


sexta-feira, 5 de agosto de 2011

SÍNDROME DA MEDIUNIDADE REPRIMIDA



Por Darcio Cavallini

A Síndrome da Mediunidade Reprimida é uma das causas de processos obsessivos descritas pelo Dr. José Lacerda de Azevedo, médico gaúcho que nos trouxe as leis de Apometria. Muitos são os casos de pessoas que me procuram para avaliação em minha Mesa Quantiônica, onde identifico este tipo de problema. Apresentam os mais variados sintomas depressivos, como fadiga, dificuldade para dormir, dores em geral pelo corpo e na cabeça, falta de interesse pela vida. Muitos já medicados pela medicina tradicional com ansiolíticos e remédios para dormir após serem diagnosticados com depressão.

Em geral, esses casos apresentam resultados excelentes quando tratados por Apometria. Em poucos atendimentos, o paciente recebe alta e consegue sentir melhora significativa no seu quadro, o que muda sua vida consideravelmente em poucas semanas. E, o que é melhor, sem auxílio de qualquer tipo de medicamento. Ao contrário, se livram dos medicamentos receitados anteriormente e voltam a viver suas vidas normalmente.
Interessante observar que mesmo casos antigos são tratados com facilidade pela Apometria, essa fantástica técnica terapêutica.

Mas, como sabemos, os sintomas de qualquer anomalia são muito mais fáceis de eliminar quando a patologia é tratada no princípio do processo. E como saber se estamos com esse tipo de problema? A depressão é identificada quando os seguintes sintomas se manifestam de forma intensa e duradoura:

Perda de energia – Mesmo ao dormir, normalmente a pessoa se sente cansada, com fadiga, necessitando de mais sono.
Perda de interesse – Perda da motivação para realizar as coisas mais simples e que sempre foram prazerosas.
Dificuldade de concentração – Parece que não se consegue terminar nada: trabalho, projetos, leitura...
Sentimento de fracasso – Perda do poder de realização, sensação de impotência diante das dificuldades.
Irritabilidade ou impaciência – Irritar-se com facilidade por pequenas coisas e, com frequência, sentir impaciência em coisas normais, como uma pequena fila, o computador lento, o celular sem sinal...
Chorar à toa – Sem qualquer motivo aparente, sentir-se triste ou saudoso do passado. Sentir-se magoado com facilidade...
Sentir pena de si mesmo – Achar que tudo e todos estão contra e que nada é possível...
Perda do desejo sexual – Não ter mais interesse por relacionamentos ou mesmo no parceiro(a)...

Estes e alguns outros são os sintomas de quem está em depressão. No princípio, os sintomas podem se apresentar de forma leve e, com o passar do tempo, vão se acentuando, chegando ao descontrole. Nesses casos, a pessoa perdeu a vontade de viver e está sobrevivendo. E, como conseqüência, tudo passa a desmoronar. O padrão vibracional cai e sua sintonia energética passa a receber influência de espíritos ignorantes que lhe aumentam as dificuldades. A partir de então é iniciado um processo de degeneração em sua vida. As coisas em que mais acredita começam a desmoronar: saúde, prosperidade e relacionamentos afetivos. Ou seja, desequilibra no amor, na saúde e no dinheiro. E quando acorda já é tarde. Não encontrando solução pelos métodos tradicionais que está acostumado entra em pânico e desaba moralmente de forma perceptível a todos que o cercam. O tratamento de Apometria é simples e eficaz para esses casos e tem demonstrado excelentes resultados em 98% dos casos atendidos no Instituto BioSegredo.

No entanto, na grande maioria dos casos atendidos as pessoas são recomendadas a trabalhar sua mediunidade. E essa é a grande questão: como fazer isso se em geral o paciente tem medo ou preconceito de espíritos? Muitos declaram que já frequentam casas espíritas, que já fizeram cursos de desenvolvimento mediúnico e que até trabalham ministrando passes. O que não entendem é que seu compromisso com a humanidade é muito mais do que simplesmente uma vez por semana doar sua energia através de passes magnéticos. Imaginam que pelo fato de uma vez por semana frequentar uma casa espírita tornam-se quites com a espiritualidade, e não é bem assim. Está escrito no evangelho: “Muito se pede a quem tem e ao que não tem ainda pode-se tirar-lhe”. E quem tem esse tipo de sintoma depressivo tem muita chance de ser um médium que precisa oferecer sua mediunidade à serviço da espiritualidade.

No curso de Apometria que ministro esta questão de medo de espíritos é tratada logo no primeiro encontro e de forma simples e prática. Mostro como se processa o fenômeno mediúnico no aspecto biológico, tornando mais fácil a compreensão das pessoas sobre todo esse processo tão mistificado, e que se trata de uma ação tão corriqueira como pensar, imaginar, sonhar. Quem tem esse compromisso de vida já vem preparado para essa função e o próprio fato de chegar a uma depressão demonstra sua relação com o mundo espiritual de modo descontrolado.

O que ensino no curso é como fazer uso dessa ferramenta que cada um já tem de modo prático e fácil de manifestar, sem traumas e rituais, utilizando somente sua mente e sua vontade de fazer o bem. Quem trabalha em Apometria aprende a utilizar suas técnicas na sua vida cotidiana e encontra o verdadeiro prazer de viver em paz e de bem com a vida.

Te espero no próximo curso. Peça informações no Instituto BioSegredo, pelo telefone (11) 2528-2800.

Até a próxima!


quinta-feira, 4 de agosto de 2011

A ARTE DE SER FELIZ!



Pouco ou quase nada investimos de nosso tempo na possibilidade de ser ou estar feliz.
Estamos tão ocupados em sobreviver cada dia que nos esquecemos de nós mesmos. Gastamos nosso tempo em busca de resultados que nem sempre são alcançados, uma vez que os objetivos são traçados na desesperadora corrida contra o tempo para conseguir atender a desejos que nem sempre nos acalanta. É correr atrás do prejuízo, uma expressão que está cada vez mais presente em nosso dia a dia. Porque estamos no prejuízo e nosso objetivo é ter lucro. Lucrar com tudo e com todos já que é a forma que encontramos para pagar nossas contas e conseguir obter os objetos de desejo que nos traz a felicidade momentânea e que sabemos ser descartável. Dura o tempo que nós demoramos para ter novos objetos de desejo num consumo desenfreado que avassala nosso orçamento domestico e pouco ou quase nada sobra, quando não falta, para o necessário e indispensável para a própria sobrevivência.
As obrigações impostas pelo sistema que vivemos já por si só impõe uma quantidade de necessidades prementes que exigem um esforço muito grande para conseguir realizar. Se não falarmos na alimentação, moradia, vestuário ainda temos o compromisso de manter o filho na escola, particular, porque o ensino público não o qualifica para uma faculdade.
Estamos sempre morrendo na praia e para não acontecer literalmente o suicídio de nossa conta bancária, nos enfiamos em financiamentos e prestações infindáveis que consomem não só nosso tempo, mas também nosso sono e nossa paz.
Dormimos com a conta a ser paga na cabeça sem resolvê-la porque durante o sono físico o banco está fechado e mesmo assim consumimos nossa energia de descanso correndo atrás da possível solução que no dia seguinte quase acontece. Despertamos da noite mal dormida com a energia do corpo deficitária e pouco sobra para ter condições de pensar e encontrar a solução.
Como sempre, a corrida é desigual, uma competição cujo vencedor está sempre na nossa oposição.
E por que não conseguimos sair desse mar de fracassos?
Porque não temos tempo de parar de correr atrás e conseguir enxergar a verdadeira situação. Somos o que somos e não o que temos.
Interessante observar que a maioria dos homens que são bem sucedidos na área financeira e realização pessoal são pessoas que fizeram de forma diferente. Nem todos os empresários bem sucedidos tem diploma universitário. As pessoas de sucesso não tiveram tempo de correr atrás do dinheiro porque investiram seu tempo no que sabiam fazer de melhor e procuraram melhorar sua performance nas suas qualidades. Observe um jogador de futebol famoso, poucos são os que conseguem estudar antes de se tornar um atleta reconhecido e bem pago. Ele investe antes seu tempo no seu desempenho como jogador, nas suas qualidades técnicas, aprimorando os fundamentos que são importantes para sua participação durante o jogo de futebol, realizando o que seu técnico pretende. Depois de sua longa carreira é que investe em educação cultural. Em geral é uma pessoa feliz porque faz o que gosta de fazer. Tivemos exemplos recentes de vários atletas brasileiros que se mudaram para a Europa onde foram ganhar muito dinheiro e que pouco tempo depois estão retornando ao futebol brasileiro porque lá não estão rendendo o que podem e o que sabem fazer com a bola nos pés pelo simples motivo de não estarem felizes.
A prova é que mesmo fazendo o que se gosta, ainda assim há que se estar feliz para conseguir realizar o seu melhor.
Você já começou a entender porque sua vida está com falta de felicidade?
Você consegue identificar o que realmente lhe deixa feliz?
Você consegue ser útil no seu dia a dia da maneira que gostaria de ser?
Seu trabalho é uma obrigação ou você gosta muito do que faz? E se gosta do que faz, você consegue realizar seus sonhos com a sua atual ocupação profissional? O dinheiro que você ganha é suficiente para te deixar em paz?
O segredo da felicidade está em se fazer o que gosta, sempre!
Como quando éramos crianças, brincando, comendo, dormindo e sempre quando e como desejávamos, sem que ninguém conseguisse nos obrigar a fazer diferente.
Quem faz o que gosta, não trabalha se diverte!
Porque o seu trabalho é cansativo? Porque você precisa de férias? Para descansar ou para não ter um ataque de estresse por excesso de trabalho?
Como conseguir trabalhar fazendo o que gosto se o prazer não me dá o dinheiro suficiente para minha vida social?
Eis uma resposta que pode mudar sua vida!
Pergunte-se o que vale mais a pena: Sua felicidade ou seu padrão social?
Não está na hora de se aprender novos valores para a vida? O que está fazendo atualmente, apesar de estar de acordo com a sociedade, está te deixando feliz e com dinheiro suficiente para suas realizações?
As suas realizações são desejos íntimos ou padrões consumistas recebidos de fora para dentro de você?
Chega um momento e talvez seja o seu momento, agora, em que nos questionamos com relação a vida que estamos vivendo...
E não conseguimos encontrar respostas para as perguntas que não se calam em nossos pensamentos na forma convencional. Na educação, na mídia, na igreja ou com nossos amigos e familiares.
É que estas respostas estão dentro de você!
É! Esse ser divino e inteligente que você é, tem todas as respostas basta saber como acionar o mecanismo de escutar a própria voz do coração.
Para isto você precisa reaprender a ouvir seu instinto, como quando você era criança.
Não sabe como fazer?
Vou dar uma dica. Muitos são os cursos e escolas iniciaticas que ensinam meditação, auto-ajuda, processos holísticos.
O segredo é calar a mente para ouvir o coração.
É com o coração que ouvimos a voz da sabedoria dos amigos espirituais que nos ajudam quando precisamos.
Aprender a se comunicar com a espiritualidade é mais simples do que você imagina. Não há mistério. Lembre-se você é um espírito, portanto, está dotado desse mecanismo para dialogar com esse mundo difícil de entender para nosso padrão de pensamento. Há que mudar sua forma de se comportar diante das situações de duvidas e questionamentos. Não adianta procurar a resposta fora de você. Você é a resposta.
O propósito do Instituto Biosegredo é esse! Um lugar onde se aprende a viver, porque nos cursos que ministramos abordamos o conhecimento de forma pratica, sem teorias.
O curso de apometria é uma pratica de comunicação com o mundo espiritual que está disponível para qualquer pessoa de boa vontade e que esteja disposta e disponível para mudar sua vida. Mudar seus valores.
Passar a entender como podemos e devemos viver como ser espiritual neste mundo humano e não como ser Humano da forma que estamos vivendo.
Há muito mais dentro de você do que você imagina. Venha despertar para a nova vida, como ser divino que você é!
Informe-se sobre os cursos do Instituto Biosegredo.

Rua Ambrosina de Macedo, 96 - Vila Mariana- São Paulo 
Tel: 2528-2800
www. institutobiosegredo.com.br

 



terça-feira, 2 de agosto de 2011

FIBROMIALGIA - Doença ou imaginação?

Muitas pessoas hoje em dia que procuram pela medicina tradicional queixando-se de dores que circulam pelo corpo todo, são diagnosticadas como fibromialgia. Conforme seus relatos são sintomas de dores que se alojam em determinada parte do corpo físico e com o passar do tempo acabam desaparecendo sem motivo aparente. E quando menos se espera volta uma nova crise manifestando-se outra dor em outra parte do corpo. Algumas pessoas já costumam chamar este diagnostico de “a dor que anda pelo corpo”, isto em razão de que a dor não se manifesta sempre no mesmo lugar ou órgão indo e vindo de tempos em tempos em períodos de crises mais longos ou curtos. As crises quando acontecem nem sempre se manifestam no mesmo lugar ou órgão de antes mudando de lugar. Faz pouco tempo recebi em meu consultório para uma consulta uma senhora de 62 anos de idade, professora aposentada, com bom nível social, viúva e muito disposta a fazer coisas na vida. Sua personalidade marcante está sempre procurando o que fazer. Adora trabalhar com as mãos fazendo artesanato, crochê, tricot, pinturas, etc. Dispõe de parte de seu tempo para trabalhar auxiliando o próximo numa casa espírita Kardecista que freqüenta a muitos anos ministrando passes e fazendo palestras. Achei interessante sua indignação ao relatar sua história. Sentia-se irritada com as pessoas de sua convivência. E acrescentou: “Faz cerca de 20 anos que venho sofrendo com essas dores que se manifestam pelo meu corpo. No início fui a um monte de médicos com diversas especialidades e o resultado dos exames sempre foram os mesmos. Não encontravam motivo aparente para justificar minhas dores. Ao voltar pra casa cansei de ouvir algumas insinuações que se tratava somente de carência afetiva em razão da perda do companheiro. Outros afirmavam que eu andava me fazendo de vítima para chamar a atenção das pessoas porque me sentia muito isolada em razão de morar sozinha, que não é verdade porque apesar disso recebo diariamente a visita de parentes, netos, filhos, amigas e alem disso tenho a companhia de meus afazeres que me dão muito prazer. Irrita-me o fato de quando inicio uma atividade manual como, por exemplo, fazer uma blusa de crochê, nem chego na metade e as dores nas mãos e antebraços me impedem de terminar a tarefa. Quando as dores se manifestam nas pernas me impedem de caminhar e limitam minha capacidade de auto-suficiência para ir ao supermercado, nas minhas palestras. E a irritação é ouvir dos outros a mesma afirmativa sobre minha falta de afetividade. Pra piorar depois de muitos consultórios e exames laboratoriais acabei consultando um psiquiatra. Confesso que foi difícil vencer o paradigma de aceitar o fato de precisar de um profissional dessa área. No meu conceito educativo estes profissionais são para atender os loucos e eu me sinto lúcida e perfeitamente dona de todas as minhas capacidades. Finalmente aceitei e comecei a tomar a medicação, um pouco a contra gosto, mas fui levando. Quando as crises se repetiam, voltava ao medico me aumentava um pouco a dose dos medicamentos. Mas, o tempo foi passando e minhas discussões com o psiquiatra já se tornaram rotinas de longos debates filosóficos e as minhas dores continuam as mesmas e por esta razão resolvi mudar minha conduta e buscar ajuda de forma diferente já que os resultados dos meios convencionais não atendem minhas dores. Estou aqui disposta a tudo, acreditar, meditar, enfim, mudar desde que me livre dessas dores intermináveis que me tiram o sono”. Confesso que diante de mim estava uma pessoa inteligente, educada, elegante e acima de tudo uma “guerreira” disposta e disponível a enfrentar tudo e todos para conseguir seu intento de se livrar das dores de seu corpo. Isto porque também a família não é muito favorável as soluções das terapias alternativas e este é outro paradigma que foi vencido. Apesar das opiniões contrarias atendendo aos apelos de uma amiga resolveu buscar ajuda no Instituto Biosegredo. Quando fiz a leitura na mesa quantiônica, constatei que a origem do problema se encontrava no seu campo mental afetando significativamente o seu emocional, causando todas as dores que sentia e não encontrava razão. Continuando a pesquisa de praxe pela mesa quantiônica identifiquei que a origem do processo aconteceu em três encarnações anteriores quando a atual “vitima” (de si mesma), abusava de seus poderes de manipular energias através de rituais que realizava para atender os íntimos desejos da realeza no país onde vivia. Como desejava ardentemente fazer parte da corte e não conseguia pela origem humilde utilizava seus conhecimentos de magia para se beneficiar de situações atendendo as demandas de seus nobres clientes que além de lhe pagarem com muito ouro, ainda lhe conferiam vantagens nos círculos reais. Atendia com suas magias muitos casos onde propiciava aos clientes a conquista de amores “proibidos” para a época, causando grandes males à saúde alheia. Nas encarnações subseqüentes ainda continuou fazendo mau uso de seus poderes mentais porque não conseguiu superar a barreira do auto conhecimento e os ambientes facilitaram sua decisão de continuar com os benefícios que a magia lhe proporcionava. Finalmente, nesta vida terrena, reencontrou na família alguns de seus companheiros de outrora e com a conquista que obteve de compreender as leis universais, mesmo já teoricamente em idade avançada, encontrou uma possibilidade de se dedicar em ajudar ao próximo utilizando seus conhecimentos com fins altruísticos. E como nunca é tarde para começar, ou recomeçar... Após receber tratamento adequado de apometria e outras terapias alternativas que lhe foram indicadas e receber alta sentiu-se definitivamente melhor, afirmando “como nunca houvera sentido antes”. Foi aconselhado trabalhar em beneficio do próximo, ou seja, utilizar a sabedoria que traz guardada dentro de si e que até então seu mental não conseguira acessar devido a educação rígida recebida desde a infância no lar católico. Especializou-se em Reiki e Biotoque que são terapias de ajuda ao próximo e possíveis de sentir o resultado da aplicação imediatamente após algumas seções. Na medida em que iniciou o processo de reciclar seu campo energético através da aplicação das técnicas terapêuticas que aprendeu deixou de criar bloqueios da energia em seu próprio sistema energético. Esses são os chamados “médiuns de cura” nas casas espíritas ou “benzedeiras” quando se encontram afastadas dos grandes centros urbanos. São pessoas que reencarnam com o propósito de recuperar o sofrimento alheio minimizando a dor que causa a manifestação no corpo físico. Parece que a vida fica emperrada diante da situação de impotência que as dores causam no organismo físico e impossibilitam que a pessoa prossiga na sua vidinha normal. É uma maneira que o universo encontra para dirigir os passos dos “doentes” de sintomas em direção à sua missão de vida no Planeta. Se você tem sintomas semelhantes está na hora de buscar ajuda profissional que possa te orientar no aspecto espiritual uma vez que não há diagnóstico médico que se possa estabelecer através de exames clínicos. Até a próxima!


Darcio Cavallini

MOTIVAÇÃO: O MOTIVO DA AÇÃO



Sua mente já criou a forma de realizar o desejo; a vontade. A partir desse instante você precisa encontrar a forma por em prática o que acabou de pensar.
A sua mente já tem o ideal para ser atingido, seja a solução de um problema ou uma mudança de atitude, pouco importa. Agora é necessário criar o ambiente para que a sua mente tenha a coragem de realizar. A coragem significa ir buscar todo o potencial da sua VONTADE. A vontade é sua e é inerente ao seu espírito, ninguém a substitui, você é que momentos antes valorizou uma situação que ainda ia ser vivida e não conseguia solucionar porque fez dessa idéia um monstro maior do que realmente era. Mas sua VONTADE estava lá e pode ser acionada quando você quiser.
Ao criar a situação de motivar a sua nova mentalização, você está cada vez mais sob o comando mental do seu lado criativo do cérebro, onde se encontra o SISTEMA NERVOSO PARASIMPATICO.
Seu cérebro começa a emitir ordens para criar uma atmosfera propícia para o seu corpo entrar em ação.
E quanto mais forte for sua impressão, maior será sua capacidade de realização.
Agora você já tem um motivo para agir. Seu cérebro entra na fase de elaborar o plano de ação e esse momento é muito rápido, décimos de segundos, pois a velocidade de seu pensamento é inimaginável para o seu próprio campo mental.
O organismo físico recebe a ordem de agir e cria as condições necessárias para realizar a tarefa, endorfina e outros hormônios, além de elementos químicos que agem na sua corrente sanguínea ativando todos os aparatos e canais necessários para realizar a tarefa, seja ela grande ou de pouca importância.
Sua mente já criou a forma de realizar o desejo; a vontade. A partir desse instante você precisa encontrar a forma por em prática o que acabou de pensar.
A sua mente já tem o ideal para ser atingido, seja a solução de um problema ou uma mudança de atitude, pouco importa. Agora é necessário criar o ambiente para que a sua mente tenha a coragem de realizar. A coragem significa ir buscar todo o potencial da sua VONTADE. A vontade é sua e é inerente ao seu espírito, ninguém a substitui, você é que momentos antes valorizou uma situação que ainda ia ser vivida e não conseguia solucionar porque fez dessa idéia um monstro maior do que realmente era. Mas sua VONTADE estava lá e pode ser acionada quando você quiser.
Ao criar a situação de motivar a sua nova mentalização, você está cada vez mais sob o comando mental do seu lado criativo do cérebro, onde se encontra o SISTEMA NERVOSO PARASIMPATICO.
Seu cérebro começa a emitir ordens para criar uma atmosfera propícia para o seu corpo entrar em ação.
E quanto mais forte for sua impressão, maior será sua capacidade de realização.
Agora você já tem um motivo para agir. Seu cérebro entra na fase de elaborar o plano de ação e esse momento é muito rápido, décimos de segundos, pois a velocidade de seu pensamento é inimaginável para o seu próprio campo mental.
O organismo físico recebe a ordem de agir e cria as condições necessárias para realizar a tarefa, endorfina e outros hormônios, além de elementos químicos que agem na sua corrente sanguínea ativando todos os aparatos e canais necessários para realizar a tarefa, seja ela grande ou de pouca importância.


Darcio Cavallini

O QUE ME ESPERA AMANHÃ? (Síndrome do pânico)

Quando não conseguimos conciliar o sono da noite e o dia nos encontra pensando no que fazer diante da situação que a vida nos colocou e que parece sem solução estamos à caminho do desespero. Não adianta rolar pela cama, virar de um lado para o outro, contar nuvens ou carneirinhos e todas as tentativas parecem ser em vão. O sono está muito distante. O que resta é ficar pensando no problema. Por mais que nos esforcemos em encontrar uma solução, maior vai se tornando o problema. Vai criando proporções de monstruosidade. Parece que cria uma força incomensurável, uma barreira intransponível. A cama esquenta, a claridade começa a mostrar seus primeiros raios tímidos através das frestas da janela e o corpo físico não atende ao desejo do sono para o descanso reparador. A obrigação de acordar cedo para enfrentar o tal problema já é preocupação suficiente para a que a mente não descanse e prepare o corpo para a função regeneradora. O que fazer? Temos medo do dia seguinte que já está chegando com a luz do sol que toma conta do quarto. A solução não chegou como também o corpo físico está cansado dando sinais visíveis de que precisaria de um pouco mais de tempo... A solução parece que não tem solução! Quanto mais se preocupa com o problema a mente acaba atraindo outros problemas que estavam escondidos desde muito tempo e remoemos a situação insolúvel para aumentar o tamanho da barreira que impede nosso caminhar. Finalmente o horário habitual estabelecido para o “despertar” acontece e temos que literalmente pular fora da cama. É um momento de aparente calmaria na mente que está agora preocupada nas tarefas corriqueiras de se aprontar para o encontro com o lado de fora da vida. O caminho para o trabalho parece longo e interminável. As vezes torcemos para não chegar porque sabemos que quando atingirmos a porta de entrada do prédio onde trabalhamos iniciaremos a grande batalha. O coração acelera preparando-se para o ataque do inimigo invisível. Cumprimentamos todos de forma habitual como se nada estivesse diferente. Estamos preparados para mascarar a situação de desespero que já tomou conta e faz tempo. Finalmente ocupamos nosso local de trabalho e tentamos iniciar nossa função profissional. A solução ainda não foi encontrada, mas aparentemente o que parecia uma coisa incontrolável não aconteceu e a vida vai acontecendo devagar e monotonamente como sempre sem que antes houvéssemos nos apercebido. O fim do dia está próximo, começamos a nos sentir aliviados, no entanto, ainda há uma sensação de insegurança dentro do peito e cada vez que nos lembramos, o coração acelera o ritmo comandando a respiração que se torna ofegante. O medo vai tomando conta novamente. A rotina se completa no momento em que nos deitamos novamente atrás do sono que some como reação automática ao simples fato de deitar-se com o objetivo de dormir. Recomeça todo o drama do dia anterior. Dormimos por um breve período para acordar em seguida e relembrar toda a situação do desespero da falta de solução e cada vez mais parece que vai se tornando insolúvel. Queremos encontrar a qualquer preço uma solução e cada vez mais somos vencidos pela impotência de resolver a situação. O dia passa pela noite e nos encontramos de novo no mesmo dilema que só aumenta nosso pavor de despertar, ir para o trabalho, encontrar pessoas... Quando os familiares se dão conta, de uma hora para outra, não temos mais coragem de se levantar da cama para enfrentar o dia. O medo tomou conta de nossa mente. Somos impotentes para tomar a simples decisão de ir para qualquer lugar e ao mesmo tempo sentimos medo de permanecer no mesmo lugar. Finalmente, alguém nos convence a procurar por ajuda e começamos então uma batalha nova. Peregrinamos por consultórios médicos atrás de um diagnostico que explique as dores que já tomaram conta do corpo físico. Passamos por maquinas que fazem a leitura de nosso âmago, como se descobrissem os segredos de nossa alma, no entanto, apesar de toda sofisticação dos exames e dos sistemas, não conseguimos definir nosso padrão de conduta. Por falta de melhor entendimento somos diagnosticados como: Síndrome do pânico. A solução está em tomar alguns medicamentos que nos induzem ao sono e a inércia mental. Tornamos-nos um robot. Perdemos o controle sobre a própria capacidade de reagir ao medo que sentimos. A partir desse instante passamos a depender de alguém que possa tomar as decisões por nós. A situação em principio parece cômoda e aceitamos. Acreditamos que esse alguém possa solucionar o grande problema que nos aflige. O tempo passa e a solução não vem. Mas, o efeito do pensamento vacilante e incapaz de encontrar solução já não é o mesmo de antes. O coração não dispara mais como antes. Os remédios não permitem. O sono acontece roboticamente e não acordamos mais no meio da noite para triturar nossos pensamentos. Acontece que o dia chega novamente e a vida continua acontecendo. Chega um momento em que percebemos que não estamos mais participando da vida estamos só sobrevivendo. E por mais controlada que esteja a situação nos sentimos incomodados porque esse não é o nosso perfil.Queremos nossa vida de volta, com a possibilidade de acertar e errar nas varias tentativas de encontrar cainhos. Então, mesmo com o corpo físico sob controle, nossa alma não se cala e continua aquela pergunta que vem de dentro e não para de nos incentivar a buscar a tal solução. Quando desistimos de pensar em obter a solução e literalmente nos entregamos ao fracasso de nossa própria existência somos agraciados com a solução. Aparece em nosso caminho alguém ou alguma coisa que nos mostra uma nova possibilidade e vamos atrás com uma esperança que há muito não sentíamos porque acreditamos que é o caminho. Parece que no final do túnel finalmente apareceu uma pequena e tênue luz. Se você já passou ou está passando por uma situação semelhante, saiba que existe essa luz no final do túnel e realmente ela indica o seu caminho para a felicidade de se reencontrar com a vida. A síndrome do pânico é uma doença da alma. E como tal, não é possível encontrar diagnostico através de exames físicos. A apometria é um dos caminhos para encontrar a solução! Os problemas que se acumulam na mente e que são impossíveis de encontrar solução, residem nos registros dos acontecimentos de outras vidas. Deus não permite que ninguém tenha diante de si um problema que não haja por ele mesmo a capacidade de solucionar. O fato de não encontrar uma solução aparente como costumam ser a s coisas do dia a dia, não aparecer alternativa viável ou parecer que tudo está dando errado é sinal que a vida está nos oferecendo uma nova oportunidade de aprendizado. Estamos repetindo uma situação que em outras encarnações não conseguimos resolver por não compreender ainda as leis universais. Temos um corpo físico e um cérebro capaz de solucionar qualquer situação que a vida nos apresente, somos dotados dessa capacidade. Afinal, já foi dito que “Deus não dá uma cruz mais pesada que os ombros suportem carregar”. E quando a solução não está presente na forma habitual do dia a dia, e o problema se repete até ficar grande demais para encontrar a solução e ficar maior que nós mesmos estamos diante de uma lição a ser aprendida nesta encarnação e a solução só é possível através da alma. As técnicas apometricas permitem, por desdobramento, ir até as encarnações anteriores, em qualquer tempo do passado para desbloquear nossos processos emocionais que nos prendem na repetição de padrões sem solução. Então, caro amigo, se você está nessa situação ou conhece alguém que se identifique com esse padrão, procure por ajuda na apometria que é a medicina da alma. E se você é alguém que já superou esses sintomas e não está vivenciando uma crise, mas, ainda tem medo de sentir o medo saiba que a única solução conhecida e que literalmente encontra a cura para esse grande mal da humanidade está na apometria. Nós do Instituto Biosegredo somos atuantes trabalhadores nessa técnica terapêutica e temos tido a felicidade de servir de caminho para milhares de seres como você que reencontraram o prazer de viver. Venha nos conhecer!

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

A Cura Pelas Mãos


BIOTOQUE
A Cura Pelas Mãos

Desde muito jovem, as pessoas amigas, colegas de trabalho e escola me procuravam quando sentiam dores, as mais diversas para que eu pudesse ajudá-las. Do meu jeito, sem ter aprendido com ninguém, tocava o local do corpo físico dolorido e fazia algumas preces que me vinham ao pensamento. Em poucos segundos, as vezes em minutos a dor desaparecia e as pessoas ficavam agradecidas.
Quanto mais eu fizesse isso, mais era procurado para tal. Quando fui me tornando adulto, houve um período que quando eu praticava essa caridade (como as pessoas se referiam ao fato), comecei a sentir as dores dos que me procuravam para serem “curados”.
Elas saiam felizes e eu ficava com o desconforto. Muitas vezes só percebia depois de algum tempo e nem me lembrava de que havia ajudado alguém com aquele tipo de dor.
Às vezes a sensação que ficava era de um vazio no peito, outras de tristeza profunda. O interessante é que foi difícil de eu perceber que a origem dos sintomas que comecei a sentir com freqüência. O sintoma aparecia alguns dias depois nunca instantaneamente, ou seja, logo apos o atendimento que fazia.
Numa fase de minha vida, sentia muita queimação no estomago e enjôo. Como naquele tempo gostava de uma bebida alcoólica e com freqüência exagerava nas doses, alem de me alimentar mal, acreditava que esse mal estar cotidiano fosse resultado do meu péssimo habito e assim por muito tempo fui levando.
Como na maioria dos dias não me sentia bem fui deixando de praticar esse ato de “tirar a dor” das pessoas e naturalmente fui esquecendo esse “dom” acabando por não utilizá-lo mais.
O tempo passou, acabei fazendo uma cirurgia no estomago em razão dos sintomas que foi diagnosticado como ulcera duodenal, no piloro. Por ter feito a cirurgia meus hábitos alimentares melhoraram e eu por conseqüência também melhorei os desconfortos estomacais.
Mais velho,depois dos quarenta anos de idade, acabei por ingressar na doutrina espírita fazendo curso de mediunidade, aquele de quatro anos que é recomendado para todos façam com o objetivo de poder conhecer melhor a codificação Kardequiana.
Quando fui autorizado a ministrar passes na casa espírita que freqüentava aquela sensação que sentia quando ajudava os amigos começou a voltar. Ficava satisfeito quando trabalhava ministrando passes nas pessoas, mas, praticamente havia esquecido que outrora eu ajudava as pessoas com suas dores.
Por volta de 1993, fui convidado a participar de um grupo numa outra casa espírita que realizava uma vez por semana o que eles chamavam de trabalho de cura. Logo de inicio me senti muito melhor do que no trabalho que já realizava na outra casa de passes magnéticos. Não sabia identificar o porque, mas me sentia muito melhor e em pouco tempo passei a trabalhar somente nesse “trabalho de cura”.
Não demorou muito pra que fora da casa espírita aparecem as oportunidades de pessoas que me procuravam para dar “o passe de cura” e aliviar suas dores. Eu realizava o procedimento de acordo com o que havia aprendido no novo grupo e os resultados eram satisfatórios. Alguns de meus colegas, em especial uma amiga, a Marcia Marins, terapeuta de São Paulo, procurava me incentivar a praticar mais esse trabalho, pois acreditava que eu era um médium de cura e com muito potencial. Por essa razão era a pessoa que mais me indicava “paciente” e eu brincava com ela dizendo que ela era minha agenciadora.
Eu evitava assumir esse papel de “ médium de cura” e nem conseguia identificar as razões. Praticamente fugia do assunto quando era abordado sobre o tema.
Por volta de 1998, participava de um trabalho em Francisco Morato,  município da Grande São Paulo, onde construímos uma escola de ensino profissionalizante chamada UNIÃO FRATERNAL. Todos os sábados ofereciam um almoço para a comunidade no qual compareciam muitas crianças, pois alem da comida oferecíamos muitas atividades, brincadeiras alem de guloseimas.
Um dia, após o almoço quando as crianças brincavam no imenso quintal, uma menina, que tinha por volta de 11 anos de idade sofreu uma queda e teve fratura do antebraço. Diante do choro desesperado da criança chamaram por mim para que pudesse dar um jeito na situação que estava um pouco fora de controle em razão do susto das demais crianças que ficaram paralisadas, assustadas.
Fiz o que poderia ter feito e instintivamente, toquei no braço da menina e fiz as preces seguindo o ritual que estava acostumado no trabalho de cura semanal. Em alguns minutos, a menina já conversava e contava o que havia ocorrido com naturalidade. Alguns voluntários a conduziram ao Hospital para os devidos cuidados.
Ao retornarem depois de algumas horas estavam impressionados com o resultado. Alem deles o medico insistia em saber o que havia sido feito para que a menina naquela situação não sentisse dor alguma e aceitou todo o procedimento conversando tranquilamente como se nada houvesse de anormal.
Como os colegas relataram que ela havia recebido “um passe” esse medico algum tempo depois veio nos conhecer para tentar entender o que havia ocorrido e acabou tornando-se nosso amigo de colaborador.
A partir daí assumi que era capaz de ajudar as pessoas. Como sou cético procurei entender o mecanismo desse processo. Cheguei à conclusão que seu eu podia fazer qualquer um poderia. Para tanto estudei e pesquisei o suficiente até desenvolver um método, o qual eu pudesse passar as técnicas para as pessoas que acreditassem que poderiam também como eu “tirar a dor das pessoas”.
Desenvolvi o BIOTOQUE que é uma técnica diferente, mas muito simples de ser aplicada e eficaz não só no combate a dores, mesmo as crônicas como alguns ajustes na coluna vertebral das pessoas. Esta técnica pela simplicidade pode ser utilizada por qualquer pessoa interessada e que acredite que pode.
No curso que ministro de BIOTOQUE, ensino em algumas horas como realizar essa “proeza” e todos saem do curso convencidos que podem em razão dos exercícios práticos que realizamos durante o curso.
Trata-se de uma técnica que recomendo a todos e em especial a terapeutas, reikianos, psicólogos, médicos e principalmente aquelas pessoas que tem sintomas crônicos de dor para se auto ajudarem.
Afinal são poucas horas de treinamento que podem mudar sua vida. Participe da nova turma, inscreva-se no Instituto Biosegredo.
Espero você lá!



Dárcio Cavallini